domingo, 29 de setembro de 2019

Romaria (Luizinho,Limeira e Zezinha)

LUIZINHO, LIMEIRA E ZEZINHA cantando o Cururu ROMARIA -- Composição de Anacleto Rosas Júnior em parceira com Luis Rosas Sobrinho (Filho do Anacleto Rosas) e Arraiel Teodoro do Prado (Parceiro do Luis Rosas Sobrinho). Luis Rosas e Arraiel formavam a dupla "Os Turunas" (às vezes apresentada como "Os Dois Turunas"), e com a acordeonista Creusa Rosas (Filha do Anacleto e irmã do Luis Rosas) formavam o "Trio Turuna" de feliz memória. E foram "Os Turunas" que fizeram a primeira gravação deste cururu. Gravação feita em 78 rotações na Gravadora Copacabana em 1.957. E foi sucesso com "Os Dois Turunas". A gravação com Luizinho, Limeira e Zezinha foi feita na Chantecler, Selo Sertanejo PTJ, em 1961. Foi incluído no LP "Imagens do Sertão" e em seguida, reeditado em 78 rotações. Curiosidade: O título deste LP foi em homenagem ao vitorioso programa da Rádio Tupi de São Paulo -- "Imagens do Sertão" -- em que Luizinho, Limeira e Zezinha se apresentaram com muito sucesso durante muitos anos.


domingo, 8 de setembro de 2019

ESPECIAL COMPOSITOR ANACLETO ROSAS JR (SERTANEJA RAIZ) TVE SÃO CARLOS (J...



Dados biográficos e da carreira do poeta do sertão, "Anacleto Rosas Jr.", um dos grandes compositores das antigas na “sertaneja raiz”. Tem diversas duplas cantando alguns dos principais sucessos de autoria de Anacleto: CORTANDO ESTRADÃO (Tonico e Tinoco), BURRO PICAÇO (Limeira e Inezita), A CRUZ DO CAMINHO (Lourenço e Lourival), REI DA GUASCA (Divino e Donizete), BALDRANA MACIA (Inezita), A FRONHA (Belmonte e Amaraí), BOI DE CARRO (Inezita), OS TRÊS BOIADEIROS (Pedro Bento e Zé da Estrada), e AMOR IMPOSSÍVEL (Inezita). Tem ainda a interpretação da letra, por José Angelo, da canção CAVALO PRETO, de autoria de Anacleto Rosas Jr.

Roteiro e apresentação de “José Angelo”. Programa exibido na “TVE São Carlos” em 24/08/2019.

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Composição de Anacleto Rosas Junior : Baldrana Macia - Sérgio Reis - Música Sertaneja de Raiz

Sertaneja de Raiz

Música: Baldrana Macia
Intérprete: Sérgio Reis

___

Comprei um caco chapeado e uma baldrana macia
Uma coxinilho dos brancos pra minha besta Rosilha
Um peitoral de argolinha, uma estrela que brilha
Fui dar um passeio em Tupã, só pra ver o que acontecia.

Quando cheguei na cidade coma besta toda enfeitada
O povo todo na rua parava em pé na calçada
As mulheres que passavam olhavam admiradas
No meio delas vi uma que me prendeu numa olhada.

Eu já vi moça bonita, mas não vi mulher assim
Por onde eu em virava, via ela olhar pra mim
E eu vendo aquela flor parecida com jasmim
Eu falei comigo mesmo vou levar pro meu jardim

Eu andei mais um pouquinho e da besta eu apeei
Fui chegando perto dela, lindas coisas eu falei
Ela então me respondeu se é por causa que eu olhei
Você está muito enganado foi da besta que eu gostei

Toada de Anacleto Rosas Júnior e Luiz Rosas Sobrinho (pai e filho), em gravação Sabiá/Copacabana de 1961, integrando o 78 rpm número S-557-B, matriz M-3046.



Toada de Anacleto Rosas Júnior e Luiz Rosas Sobrinho (pai e filho), em gravação Sabiá/Copacabana de 1961, integrando o 78 rpm número S-557-B, matriz M-3046.

Composição de Anacleto Rosas Junior : Dino Franco e Mourai - Cavalo Preto

CAVALO PRETO | JACÓ & JACOZINHO

A estrada da vida não tem retorno

No marco do tempo, seguindo a rotina
Andando, sorrindo, chorando ou cantando
Caminha esperando o que Deus determina
Levando mensagem, deixando saudade
E na eternidade seu mundo é de luz
Transportou o poema da realidade
O tema humilde do Mestre Jesus

Rogando por nós aqui na Terra
Orando ao senhor, nosso mensageiro
Saudado o sertão, a casinha da serra
Adeus minha terra, adeus companheiro
Saudade que levo do violeiro
Já tendo cumprido na Terra a missão
Receba mensagem, saudade, oração

ACRÓSTICO DOS IRMÃOS TONICO E TINOCO DEDICADO A ANACLETO ROSAS JÚNIOR NO ANO DO SEU FALECIMENTO

Anacleto Rosas Júnior, o terceiro filho do casal Anacleto Rosas e Maria Bourdon, em Mogi das Cruzes no dia 18 de julho de 1911.

Passou a infância e adolescência em Poá – SP, onde conheceu aquela que se tornaria sua esposa: Clementina Romano Rosas.

Casaram-se em janeiro de 1938, apenas no civil por motivos burocráticos.

O casamento no religioso somente aconteceu vinte e cinco anos depois – já comemorando bodas de prata –m na cidade de Taubaté, no Santuário de Santa Teresinha, com cerimônia realizada pelo Cônego Cícero de Alvarenga.

Após o casamento, mudaram-se para São Paulo. O casal teve três filhos: Luiz Rosas Sobrinho, Rubens Rosas e Cleusa Rosas.

Na capital paulista, Anacleto Rosas apresentou suas composições ao também compositor Ariovaldo Pires, o Capitão Furtado.

Este o apresentou à dupla Palmeira e Piraci que gravou a primeira toada de Anacleto: Promessa de Caboclo, em 1940.

A partir de então, seguiram-se uma grande quantidade de modas de sucesso, dentre elas: Cavalo Preto, gravada a primeira vez em 1945 por Palmeira de Luizinho, logo após regravada por Sergio Reis, Inezita Barroso, Tonico e Tinoco, dentre outros.

Tornou-se trilha sonora da novela Pantanal, exibida pela extinta TV Manchete, Cavalo Preto até uma versão em japonês.

Seguiram-se, então:
- Os Três Boiadeiros, gravada por Pedro Bento e Zé da Estrada para o filme de mesmo nome;
- Fogo no Rancho, parceria de Anacleto Rosas com Elpídio dos Santos para o filme Jeca Tatu, de Mazzaropi;
- Aparecida do Norte, cururu gravado por Tonico e Tinoco, usada como trilha sonora para o filme Nossa Senhora Aparecida,
- Presépio da Serra, uma homenagem a Campos do Jordão;
- Baldrana Macia, gravada também por Luiz Gonzaga;
- Mestiça, regravada por Renato Teixeira;
- Cortando Estradão, gravada por Tonico e Tinoco, regravada por Sergio Reis e Almir Sater para a novela O Rei do Gado, exibida pela Rede Globo no Brasil e no exterior.

Outros sucessos de Anacleto Rosas Junior: Confissão, A Cruz de Ferro de Ubatuba, Filho de Mato Grosso, Flor Matogrossense, Zé Tartuliano, Zé Valente, Boi de Carro, Burro Picaço, Vaca Mestiça, Mil e Quinhentas Cabeças, Timidez, Na Ponta do Reio e Surrei de Chicote.

Segundo a Revista Sertaneja de 1959, Anacleto Rosas contava com 430 composições gravadas e regravadas pelos grandes nomes da música sertaneja.

Em 1960, foi convidado e aceitou dirigir o Selo Sabiá, o selo sertanejo da Copacabana Discos.

Pelas mãos de Anacleto Rosas como diretor surgiram novos talentos, dentre eles, Belmonte e Amarai.

Ainda na Sabiá, dirigiu a notável gravação do LP Canto de Aves do Brasil, produzida pelo engenheiro industrial Dalgas Frisc, focalizando vozes de pássaros da Amazônia.

Este disco garantiu a seus realizadores, inclusive Anacleto Rosas, o pioneirismo mundial em gravações realizadas em plena natureza.

Ao radicar-se em Taubaté no ano de 1952, Anacleto Rosas foi trabalhar na Rádio Difusora Taubaté, apresentando diariamente o programa Manhãs Sertanejas e, à noite, o programa Serão de Caboclo.

Nesta emissora, Anacleto Rosas ficou até aposentar-se, quando foi substituído pelo seu filho, Luiz Rosas Sobrinho.

Ele foi o responsável pelo lançamento da primeira dupla taubateana a se profissionalizar: Souza e Monteiro.

Também lançou em seguida, o Trio Turuna, composto por seus filhos Luiz e Cleusa Rosas, além de Arraiel Theodoro do Prado, que trouxe do norte do Paraná.

Com o trio, Anacleto Rosas excursionou por muitas cidades e estados brasileiros e tornou-se o campeão de vendas de discos de sua época.

Anacleto Rosas Júnior faleceu em Taubaté no dia 4 de fevereiro de 1978, aos 67 anos de idade e está sepultado no Cemitério Municipal desta cidade.

http://camarasempapel.camarataubate.s...

PICO DO LEÃO DEITADO NA COMUNIDADE DO TRIBUNA, LOCALIZADA NA ZONA RURAL DE IPATINGA - MG

Composição de Anacleto Rosas Júnior e Arlindo Pinto, em gravação Sabiá/Copacabana de 1960, possivelmente lançada em maio-junho desse ano, em 78 rpm de número S-524-B. Os Dois Turunas, que a registraram, eram Luiz Rosas Sobrinho, filho de Anacleto, e Arraiel Theodoro do Prado, amigo da família Rosas. Coração de Jesus

Valsa de Anacleto Rosas Júnior e Arlindo Pinto, em gravação Sabiá/Copacabana de 1960, possivelmente lançada em maio-junho desse ano, em 78 rpm de número S-524-B. Os Dois Turunas, que a registraram, eram Luiz Rosas Sobrinho, filho de Anacleto, e Arraiel Theodoro do Prado, amigo da família Rosas.

Os Dois Turunas - Zé Valente - (Anacleto Rosas Jr.)

Os Dois Turunas - 1969 - Modas Campeiras de Anacleto Rosas Jr. (CLP-9.075 Caboclo Continental)


quinta-feira, 1 de agosto de 2019

domingo, 28 de julho de 2019

Composição de Anacleto Rosas Junior : BALDRANA MACIA com Palmeira e Luizinho

PALMEIRA E LUIZINHO na Moda Campeira BALDRANA MACIA – Composição de Anacleto Rosas. Gravação Continental – 78 rotações Nº 15.907 de 1.948. Palmeira e Luizinho foram os criadores da Moda Campeira, mas não foram eles que inventaram este gênero musical. O inventor da Moda Campeira foi Anacleto Rosas Jr. Entre as poucas duplas da época, Palmeira e Luizinho foi a que melhor de adaptou ao novo gênero. Por este motivo ficaram sendo os intérpretes favoritos de Anacleto Rosas Jr. Aliás, a primeira gravação de Palmeira e Luizinho, realizada em 1.946, já foi uma Moda Campeira de autoria do Anacleto – “Cavalo Preto”. Talvez tenha sido esta a primeira Moda Campeira feita por seu inventor. Vamos fazer justiça ao compositor Arlindo Pinto que não era muito de Moda Campeira. Arlindo Pinto era mais letrista. Foi o autor da letra de “Chalana” para a música da Mário Zan. Entre muitas outras. Arlindo Pinto foi um fiel parceiro de Anacleto Rosas. Inclusive nesta composição. “Baldrana Macia” é de Anacleto Rosas e Arlindo Pinto.

Cantem com Palmeira e Luizinho

BALDRANA MACIA
Comprei um caco chapeado
E uma baldrana macia
Um cochinilho dos branco
Pra minha besta ruzia
Um peitoral de argolinha
E uma estrela que brilha
Fui dar um passeio em Tupã
Só pra ver o que acontecia.

E quando entrei na cidade
Com a besta toda enfeitada
O povo todo da rua
Parava inté na calçada
E as muié que passava
Olhavam admiradas
No meio delas vi uma
Que me prendeu numa olhada.

Que morena tão bonita
Nunca vi mulher assim
Pra onde eu me virava
Via ela olhar pra mim
E eu vendo aquela flor
Parecida com jasmim
Eu pensei comigo mesmo
Vou levar pro meu jardim.

Eu andei mais um pouquinho
E da besta me apeei
E chegando perto dela
Lindas coisas eu falei
Ela então me arrespondeu
Se por causa que eu olhei
Vancê tá muito enganado
Foi da besta que eu gostei.
Vancê tá muito enganado
Foi da besta que eu gostei.

De Anacleto Rosas Junior : BURRO PICAÇO com Palmeira e Luizinho

BURRO PICAÇO – Moda Campeira com PALMEIRA E LUIZINHO – A composição é de Anacleto Rosa Jr. O verdadeiro criador da Moda Campeira. Estou postando, simultaneamente, “Burro Picaço” e “Baldrana Macia”. Estas duas modas estão reunidas num só disco de 78 rotações de Nº 15.907, gravado em março e lançado em junho de 1.948 pela Gravadora Continental. E se tornaram dois grandes sucessos desta dupla que chegou a ser chamada de “Máquina de fazer sucesso” e hoje podem ser considerados dois clássicos da Musica Sertaneja. Nesta composição, Anacleto Rosas também tem um parceiro que nunca é mencionado e que eu às vezes até duvido de tal parceria. É Geraldo Costa.

Cantem com Palmeira e Luizinho

BURRO PICAÇO
Comprei um burro picaço
De três anos mais ou menos
Na hora de dar o recibo
O tropeiro foi dizendo:
Cuidado com esse macho
Esse bicho tem fama de ser perigoso
Por ter matado um peão
O nome do burro ficou Criminoso.

Joguei o lombilho no burro
O macho se estremeceu
Apertei a barrigueira
O meu burrão se encolheu
Sentei “em riba” do couro
O povo de perto de medo correu
Mas qual o que minha gente
Pagão que me agüente inda não nasceu.

Tosei a crina do burro
Na sistema meia-lua
Pra cortar uma légua e meia
Meu criminoso nem sua
Pra varar uma tranqueira
Passar uma porteira por riba ele avua
Faz eco por todo lado
Com passo picado nas pedras da rua.

Eu já vi burro ligeiro
Mas igual este inda não
Enjeitei cinco pacotes
Do filho do meu patrão
Gosto muito de dinheiro
Cinco mil cruzeiros não leva o machão.
E pra falar com franqueza
Não existe riqueza que compre o burrão.

sábado, 20 de julho de 2019

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Burro Picaço Autores Anacleto Rosa Junior e Arlindo Pinto.Com Alex,Turun...



Burro Picaço Autores Anacleto Rosa Junior e Arlindo Pinto.Com Alex,Turuna, Leo Ernst e Waldema Reese


Composição de Anacleto Rosas Junior : TRIO SUL A NORTE - B) Lua Cheia (Anacleto Rosas Jr/Luiz Rosas Sobrinho)



TRIO SUL A NORTE - B) Lua Cheia (Anacleto Rosas Jr/Luiz Rosas Sobrinho)


sexta-feira, 12 de julho de 2019

Composição de Anacleto Rosas Junior : TRISTE DESPEDIDA - TONICO E TINOCO

Composição : Anacleto Rosas Júnior - Arlindo Pinto Continental : (c)1954 - Nº 16.902 Álbum : Recordando O 78 Violão De Luto - Tonico & Tinoco

Composição : Anacleto Rosas Júnior - Arlindo Pinto

Continental : (c)1954 - Nº 16.902
Álbum : Recordando O 78

Violão de Luto · Tonico e Tinoco Recordando o 78, Vol. 4 ℗ CD Center / Movieplay Released on: 2017-04-12 Author: Anacleto Rosas Júnior Author: Arlindo Pinto Composer: Anacleto Rosas Júnior Composer: Arlindo Pinto Violão de Luto

Violão de Luto · Tonico e Tinoco


Recordando o 78, Vol. 4

℗ CD Center / Movieplay

Released on: 2017-04-12

Author: Anacleto Rosas Júnior
Author: Arlindo Pinto
Composer: Anacleto Rosas Júnior
Composer: Arlindo Pinto

Composição de Anacleto Rosas Junior :Os Três Boiadeiros - Filme

Campina Do Monte Alegre foi cenário de um filme sertanejo no ano de 1979 com Pedro Bento Zé Da Estrada e Francisco Di Franco


Composição de Anacleto Rosas Junior : Filme Os Três Boiadeiros

Campina Do Monte Alegre foi cenário de um filme sertanejo no ano de 1979 com Pedro Bento Zé Da Estrada e Francisco Di Franco


terça-feira, 9 de julho de 2019

Composição de Anacleto Rosas Junior : É MIÓ MORRÊ com Curitibano e Campanário

Eles eram assim chamados “A Dupla de Aviadores”, mas não consta que fossem mesmo aviadores. O que eu sei é que os dois eram funcionários do Aeroporto de Congonhas em São Paulo e voavam muito pelos céus do Brasil. Conheci Curitibano e Campanário entre 1.963 e 1.964, no programa Alvorada Cabocla do Nhô Zé, na Rádio Nacional de São Paulo. Devem ter gravado apenas este disco, pois, eu só conheço este disco com esta dupla. Disco de 78 rotações, S-603, feito na Copacabana e lançado pelo Selo Sabiá, em 1.963, sob a direção do compositor Anacleto Rosas Júnior. Nesse disco está este arrasta-pé “É Mió Morrê” de Anacleto Rosas Junior e Arlindo Pinto.


terça-feira, 2 de julho de 2019

De Anacleto Rosas Junior ; Por Biá e Dino Franco - Filho De Mato Grosso (1977)

Sou filho de Mato Grosso criado no Paraguai

Nunca engoli um caroço e nisso puxei meu pai
Se escuto algum desaforo, eu olho à frente e atrás
Pode ser até meia dúzia que sem resposta não vai

Eu já dormi no relento, já vi o dia amanhecer
Já passei o dia inteiro sem ter um pão pra comer
Já levei tanta pancada sem saber me defender
De tanto padecimento foi que aprendi a viver

Me apincho em qualquer parada, nem deixo a vida correr
Não tenho medo de nada, não sei quando vou morrer
No lombo de um burro brabo sou um saci-pererê
Eu saio do lombo dele só depois que resolver

Já fiz tudo neste mundo porque cismei de fazer
Só não fui um vagabundo, o que ninguém deve ser
Tem um ditado que diz, eu não posso me esquecer
Água mole em pedra dura faz a pedra amolecer

A minha vida é um romance tão grande da gente ler
Que cada dia que passa é uma folha pra escrever
Tem folhas que são alegres, tem outras de entristecer
Tem uma que eu não escrevi pra levar quando morrer
Tem uma que eu não escrevi pra levar quando morrer.

Muito obrigado por acessar este conteúdo
Lembrando que não nos responsabilizamos por mal uso da obra como downloads e cópias.

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Anacleto Rosas Junior : MEXICANITA com Nenete e Dorinho

MEXICANITA com NENETE E DORINHO – Corrido de Anacleto Rosas Júnior e Nenete – Gravação RCA Victor, Disco de Nº 80.1962, gravado em março e editado em junho de 1.958. Do outro lado deste mesmo disco está outro corrido, “Rancho Alegre”. Era Nenete e Dorinho tendo que gravar apenas ritmos mexicanos, podendo variar com ritmos paraguaios ou argentinos. E sem poder gravar ritmos considerados de raízes.




sábado, 22 de junho de 2019

Laudecir e Laudenir acompanhados por Wellington Luís Pegorin e Pedro Zerbinatti, interpretando "Rei da Guasca" de autoria de Tonico e Anacleto Rosas Júnior .

Laudecir e Laudenir acompanhados por Wellington Luís Pegorin e Pedro Zerbinatti, interpretando "Rei da Guasca" de autoria de Tonico e Anacleto Rosas Júnior


sábado, 13 de abril de 2019

Baldrana macia de Anacleto Rosas Junior e Arlindo Pinto , com Marcio e Marcilio



Baldrana macia de Anacleto Rosas Jr e Arlindo Pinto , com Marcio e Marcilio


De Anacleto Rosas Junior : Por Dino Franco e Mourai - Cavalo Preto

Composição de Anacleto Rosas Junior : Burro picaço - Ana e Cravinho

Aniversário de Maria Dalva 05.02.2017 em Rio Claro/SP -

Violada das boas !!
Ana e Cravinho cantando "Burro picaço" composição de Anacleto Rosas Jr/Arlindo Pinto

Rancho Vazio de Anacleto Rosas Junior : Por Zoca da dupla Zoca e Zoquinha



Rancho vazio zoca da dupla zoca e zoquinha


segunda-feira, 4 de março de 2019

Autor : Anacleto Rosas Junior :Trio Turuna - Sucessos Vol. 1

01 - 1500 cabeças / 02 - amigo do tartuliano / 03 - burro picasso / 04 - caninha verde / 05 - castelo de areia / 06 - cavalo preto / 07 - centro de minas / 08 - chora loirinha / 09 - companheiro da orgia / 10 - coração de jesus / 11 - coração em pedaços / 12 - dois punhais / 13 - é bom amar / 14 - empreiteiro de estrada / 15 - enquanto a estrela brilhar / 16 - esta noite te espero / 17 - falsas promessas / 18 - fazendeiro orgulhoso / 19 - filho de mato grosso / 20 - flor matogrossense

Composição de Anacleto Rosas Junior Flor Mato - Grossense

Música: Rancho Vazio Autores: Anacleto Rosas Júnior / Arlindo Pinto Arranjos e Produção Musical: Daniel Viola Filmagem: Adalmiro Oliveira, Edson Moreira e Daniel Viola. Edição de Vídeo: Daniel Viola Grupo Viola Divina - CLIPE OFICIAL "RANCHO VAZIO" - HD

sábado, 2 de março de 2019

Renato Teixeira e Orquestra do Estado de Mato Grosso - Flor Matogrossense

Renato Teixeira e Orquestra do Estado de Mato Grosso - Flor Matogrossense

Autor: Anacleto Rosas Jr.

Renato Teixeira e Orquestra do Estado de Mato Grosso - Flor Matogrossense

Renato Teixeira e Orquestra do Estado de Mato Grosso - Flor Mato-grossense

Autor: Anacleto Rosas Jr.

Além & Alemar CORTANDO ESTRADÃO corrido Anacleto Rosas Júnior Sertan...



Composição de Anacleto Rosas Júnior

Composição de Anacleto Rosas Junior Linda SERRANA *Brinquinho & Brioso *

Composição de Anacleto Rosas Junior


Composição de Anacleto Rosas Junior : Por Brinquinho e BRIOSO : Linda Serrana

BRINQUINHO & BRIOSO - B - LINDA SERRANA (Anacleto Rosas Júnior)



BRINQUINHO & BRIOSO - B - LINDA SERRANA (Anacleto Rosas Júnior)


Composição de Anacleto Rosas Junior : BRINQUINHO & BRIOSO.

08/1946 - DISCO CONTINENTAL - Nº 15.682 -

A - FARTURA - (Anacleto Rosas Júnior)
B - LINDA SERRANA - (Anacleto Rosas Júnior)

VISITE :- https://web.facebook.com/acervomoacyr... -
https://mundocaipirademoacyrfilho.blo... -
Raridades da Música Sertaneja Raíz

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Victor & Léo - Cavalo Preto = Composição - Anacleto Rosas Junior



Victor & Léo - Cavalo Preto = Composição - Anacleto Rosas Junior.


DE Anacleto Rosas Junior Cavalo preto: por Cezar e Paulinho

Composição de Anacleto Rosas Junior : Por Edu Santa Fé - CORTANDO ESTRADÃO

Composição de Anacleto Rosas Junior :Cortando Estradão : Por Sergio Reis e Almir Sater

Cortando estradão - Tonico e Tinoco

Cortando estradão, valsa de Anacleto Rosa Jr., com Tonico e Tinoco acompanhados por Mário Zan, Piraci & Serrinha em disco Continental 16681 A (matriz 10578-1-R). Gravado em 10.04.1946 e lançado em agosto de 1946.










Composição de Anacleto Rosas Junior : Cortando ESTRADÃO

Grande sucesso de Anacleto Rosas Jr., nas vozes dos imortais Tonico e Tinoco... Dupla "coração do Brasil", das mais autênticas da história da música sertaneja.. O acompanhamento, na época, não ia além de uma sanfona e,com eles, duas violas...Verdadeiros fazedores de "milagres", se compararmos com os recursos técnicos de hoje...

**********

TONICO e TINOCO **** CORTANDO ESTRADÃO

TONICO e TINOCO **** CORTANDO ESTRADÃO





Grande sucesso de Anacleto Rosas Jr., nas vozes dos imortais Tonico e Tinoco... Dupla "coração do Brasil", das mais autênticas da história da música sertaneja.. O acompanhamento, na época, não ia além de uma sanfona e,com eles, duas violas...Verdadeiros fazedores de "milagres", se compararmos com os recursos técnicos de hoje...
**********

Composição de Anacleto Rosas Junior : Rei do Gado - Cortando Estradão - Pirilampo e Saracura

Composição de Anacleto Rosas Junior :Gaúcho Guapo com Tonico e Tinoco




Ano: 1977 | Composição: (Anacleto Rosas Jr. - Tonico)

Ano: 1977 | Composição: (Anacleto Rosas Jr. - Tonico)

Composição de Anacleto Rosas Junior : TONICO E TINOCO - RECADO

http://anacletorosas.blogspot.com/


TONICO E TINOCO - RECADO (ANACLETO ROSAS JR:)
Adquira Toda a Coletânea da Dupla TONICO E TINOCO em MP3. São 1600 músicas, incluindo 78 Rotações, Compactos Simples e Duplos, Lps e Cds PROMOÇÃO: R$ 100,00 ( Incluído Taxa de Envio do Correio ) Oportunidade Única! São dois Dvds com todos os sucessos da Dupla Coração do Brasil - TONICO E TINOCO. Informações: 11 9 9640.2315 ( Vivo ) zekaperez@hotmail.com Abraços do Zeka Perez.
Mais de 1.025.477 visualizações

Composição de Anacleto Rosas Junior :BALDRANA MACIA

Musica - Baldrana Macia

Interpretação - Brasão e Brasãosinho
Composição - Anacleto Rosas Junior .

Ano: 1977 Composição: (Anacleto Rosas Junior./Arlindo Pinto) : Na Voz de Biá & Dino Franco - Baldrana Macia

PALMEIRA & LUIZINHO - A) BURRO PICASSO - B) BALDRANA MACIA



Composição de Anacleto Rosas Junior : PALMEIRA & LUIZINHO - A) BURRO PICASSO - B) BALDRANA MACIA